4 informações que você deve saber sobre a colocação de implantes mamários

4 informações que você deve saber sobre a colocação de implantes mamários

Depositphotos_20356665_original

Antes de se decidir pelo aumento nas mamas (Mamoplastia de aumento), esteja certa de que teve todas as suas dúvidas foram esclarecidas, que pôde escolher o tamanho que deseja, sem vislumbres, e sim tendo em vista uma forma compatível com seu corpo, conforme explicações do seu cirurgião. Assim como você deve descrever com detalhes o tipo de mama imaginado por você, o seu médico deve transmitir toda informação possível para indicar, de forma criteriosa, a melhor opção a você. Leia 4 fundamentais informações sobre a colocação dos implantes mamários:

 

1 – Você deve ter uma expectativa realista sobre a sua cirurgia

Muitas pacientes vão a primeira consulta já com o tamanho definido e até o formato da prótese escolhido, e isto baseado no bom resultado da cirurgia de uma amiga, familiar ou estrela da tv. Só que cada paciente é única, portanto a escolha da prótese de silicone é individualizada, não podendo ser conforme o exemplo de outras pessoas, muito menos de modismos.

2 – Você pode testar diferentes tamanhos, antes de escolher a sua prótese ideal

A maioria dos cirurgiões plásticos oferecem os chamados “medidores”, os sizers, que “simulam” as próteses de silicone, o que permite ao profissional ter uma ideia de como poderá ficar, e também ajudará você a decidir sobre o tamanho que funciona melhor para o seu caso.

3 – Você deve colocar os implantes na época certa

Cerca de 25% das mulheres acabam precisando fazer depois de dez anos uma nova cirurgia. Antes de se submeter ao procedimento de aumento das mamas vale lembrar que a gravidez, a perda ou ganho de peso podem afetar o formato dos seios.

4 – Você precisa estar saudável para colocar implantes mamários

Se você fuma, está acima do peso ou possui histórico de câncer de mama na família, você provavelmente não é a melhor candidata para a cirurgia. O seu estado de saúde pode causar efeitos adversos durante ou após a cirurgia. Também é importante ser perfeitamente honesta com seu cirurgião sobre os medicamentos que toma, seus vícios, cirurgias anteriores, doenças, dentre outras informações. E se você tem uma vida muito agitada, ou está em um período que é difícil conseguir repousar, lembre-se das restrições após a cirurgia, sobretudo com relação aos exercícios físicos, dependendo do caso eles podem ser proibidos por até 12 semanas.

Somente com uma honesta e sincera comunicação entre paciente e cirurgião se alcança o sucesso dos objetivos, onde ambos fiquem felizes.

Nenhum comentário

Publicar um comentário

× Conversar