Autoestima é efeito ‘colateral’ positivo da cirurgia plástica

Autoestima é efeito ‘colateral’ positivo da cirurgia plástica

autoestima

 

Algo que sempre comentamos aqui é o quanto a cirurgia plástica vai além do benefício estético, ela tem um papel importante na autoestima do paciente.

Segundo psicólogos, a autoestima refere-se ao amor próprio, ao fato de valorizar o que se tem de bom. Pessoas sem autoestima costumam se comparar aos outros, desejando ser como aquela pessoa, no entanto, a realidade é que cada pessoa é única, todas possuem defeitos e qualidades, mesmo assim é difícil a pessoa cujo sentimento é de total satisfação, muitas são bem sucedidas, mas queriam ter um corpo escultural, e o mesmo acontece em situação contrária.

Valorizar as características pessoais é necessário para que a auto cobrança não vire um problema. Isso não significa que você precisa recorrer a uma cirurgia plástica para ser mais feliz, porque seu problema de autoestima pode estar relacionado a outras questões, como finanças ou o lado profissional.

O que vale ressaltar é que a paciente avaliada e cuja recomendação cirúrgica foi feita por um especialista, ganha um resultado acima das expectativas físicas. Afinal a autoestima é extremamente importante para a saúde, onde quando ela está elevada faz com que a pessoa consiga encarar melhor os problemas.

Isto acontece porque uma maior autoestima causa um tipo de blindagem no cérebro, afastando pensamentos negativos sobre a autoimagem, que podem gerar a depressão, e ajudando na recuperação de doenças.

Lembre-se de não recorrer à cirurgia por qualquer detalhe! Para saber se deve buscar um cirurgião, note se o que deseja mudar lhe incomoda a ponto de estar alterando o seu humor, seus hábitos e comportamentos, fazendo com que você queira camuflar aquele problema!

Nenhum comentário

Publicar um comentário

× Conversar