Distintas nas recomendações, a Abdominoplastia clássica e sua versão de menor porte (a Mini Abdominoplastia) possuem quase as mesmas condições técnicas

MiniAbdominoplastia

Se fôssemos comparar a Abdominoplastia tradicional da Mini Abdominoplastia seriam poucas diferenças no que diz respeito ao tipo de intervenção cirúrgica. O que muda é a necessidade de cada paciente, o tamanho e duração da cirurgia e a quantidade de pele a ser eliminada. Mesmo a Mini, requer que seja feita somente depois da mulher não ter mais filhos, para não comprometer o resultado da cirurgia.

A paciente precisa entender que se submeter a uma versão de menor porte da Abdominoplastia não significa menos cuidados e bem menos cicatrizes. A questão é que a clássica tem a duração de 2 a 3 horas, e o objetivo principal é diminuir a frouxidão da barriga, reunindo os músculos reto abdominais, já a paciente da Mini Abdominoplastia é a que não tem necessidade de “amarrar” a musculatura reto abdominal, sendo preciso apenas a redução do excesso de pele no abdômen, as quais são pacientes ideais aquelas com acúmulo de tecido adiposo mais abaixo do umbigo (a barriguinha saliente), e com pouca flacidez.

A mini tem a duração de 2 horas de cirurgia, a anestesia pode ser raqui ou peridural, enquanto a Abdominoplastia é feita através da peridural com sedação. Ambas as cicatrizes serão na altura do abdômen, podendo ser escondida sob o biquíni, com a única diferença de que a Mini tem uma incisão menor e não deixa cicatriz no umbigo. Portanto, as duas seguem o mesmo procedimento e protocolo, reconhecidas e autorizadas pelo Conselho Federal de Medicina, sendo então cirurgias invasivas e requerem cuidados especiais.

Nenhum comentário.

Deixe um comentário