O seu número de sutiã faz parte do catálogo padronizado pelos fabricantes?

O seu número de sutiã faz parte do catálogo padronizado pelos fabricantes?

tamanho do sutiã

Devolver-lhes conforto, autoestima e satisfação com o corpo são conclusões obtidas ao ouvir das pacientes que passam quase uma vida ‘toda’ escondendo o formato real do seu busto. Conforme exemplos relatados depois da Mamoplastia Redutora, as mudanças são muito significativas, apesar de serem situações corriqueiras na vida de qualquer mulher, menos na delas. Tudo isso se refere a questão que nos faz pensar: que toda menina ao se tornar mulher, após ter a formação completa do corpo, deveria experimentar o significado de escolher qualquer vestido, sem ter que se preocupar com as alças do sutiã; em colocar aquela peça que não necessita de sustentação; ou mesmo se sentir bem à vontade sem o uso de um top ou sutiã; e mais, usar blusinha de alcinha fina ou a chamada ‘tomara que caia’, sem a necessidade do uso da peça íntima superior. E no verão vai à praia com o biquíni da moda, que mais gostou, não o feito sob medida. Mas por que toda esta descrição? É que existem mulheres que não sabem como seria se o tamanho grande das mamas não fosse um problema ao se vestir.

Não existe nada de anormal e fora dos padrões em ter os seios grandes, se isso é um atributo adorado pela mulher, quando lhe cai bem e é proporcional e no tamanho ideal ao restante do seu corpo. Estamos falando quando o tamanho avantajado se torna um problema na coluna, deixa marcas nos ombros, causa dores, assaduras, e até deixa a postura torta.

NENHUMA mulher deveria carregar um peso sobre si, além do seu limite. São sensações vividas ainda por muitas mulheres que sofrem com as mamas muito grandes. É com grande entusiasmo que recebo as pacientes da Mamoplastia Redutora no retorno pós-cirúrgico, onde elas contam como nem imaginavam como seria a vida delas com alguns números a menos no sutiã.

Procure um cirurgião plástico habilitado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), e de sua confiança para avaliar o seu caso!

Nenhum comentário

Publicar um comentário

Conversar